terça-feira, 28 de outubro de 2014

Um desabafo

Não vou planear nada. Não vou andar por aí desesperado para estar com alguém. Até porque não quero. Não me vou envolver com alguém como "rebound" sabendo que sinto algo por outra pessoa.
Das duas uma, ou o sentimento desvanece ou ele volta em força.
De qualquer forma eu vou continuar a trabalhar em mim porque é isso que é importante agora, a prioridade sou eu!

Magoaste-me muito mas por mais vezes que pense que o teu sofrimento me traria paz, não é verdade, não quero isso. Quero a tua felicidade...
Mas custa saber que eu te posso dar tudo e tu não queres, custa saber que depois de 2 anos o sentimento se foi, ou pelo menos assim aparenta.

Eu percebo, começámos muito cedo e eu sempre soube disso, mas eu nunca desisti, não esperava que tu o fizesses. O que eu te pedi não era muito, pelo menos para mim, mas que seja...
Não aproveitaste muita coisa, mas não foi por mim, foi porque tu ou viveste a 80 pra mim ou agora não queres viver nem 8. Isso é culpa tua.
Eu continuo a fazer inúmeros "replays" na minha mente, para ver onde errei. Apanho muitas falhas, mas nenhuma para merecer isto.

Estou a sofrer, mas não vou correr atrás, vou cuidar de mim, pois estou ferido e com necessidade de mudar.

Que saibas que se algum dia estiveres a fim, eu vou sempre querer tentar. Não vou nunca esquecer o que me fizeste, mas neste momento o sentimento ou a vontade são mais fortes do que a mágoa.


Espero que estejas mal, significa que o sentimento não se foi de todo, embora isso não me sirva de consolação, porque fizeste o que fizeste na mesma.

Vou seguir para a frente, não em frente. A ver no que dá...
Se realmente me deixaste por outro eu irei saber e aí nunca te irei perdoar.
Por um lado eu percebo que o sentimento não chegue, eu já me senti assim, mas lá está, eu não desisti...
Por outro acho difícil deixar um amor sem se ter outro na manga...

Mata-me não te falar, não te ver, não te tocar...
Mata-me a tua indiferença.
Mata-me ter perdido 2 anos para depois voltar a sentir o coração remendado a despedaçar-se de novo.

Eu não acredito que o sentimento tenha morrido, só acho que não dás valor... Até perderes, isto é.
Espero que não seja tarde de mais até lá.

Sem comentários:

Enviar um comentário