sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Time to let go

Eu esperei, pouco mas esperei.
Superei aquilo que sentia, ou pensava sentir, já nem sei.
As mágoas continuam lá, mas com o tempo vão sarando.
Agora não consigo viver com essa tua mente confusionista.
Tive vontade de perguntar o porquê de quereres clarificar uma situação ultrapassada, mas depois de uma enorme desintoxicação, qualquer que fosse a tua resposta ia deitar-me abaixo de novo, portanto não quero saber.
Às vezes acredito não te ser tão indiferente quanto pensava e ao mesmo tempo fico triste, porque eu estou a começar a seguir em frente e pronto, não sei.
Mais tenho pena por nós, embora ache que no nosso estado actual não iríamos a lado nenhum.
Esperei por uma dica, esperei por um sinal.
Foi pouco tempo, sim, mas quem gosta não precisaria nem metade para perceber o que vai no coração.
E portanto está na hora.
Segue a tua vida, eu seguirei a minha.

Sem comentários:

Enviar um comentário